Oficina Trabalhando artesanalmente com película 16mm – com Luciana Mazeto e Vinícius Lopes

A oficina abordará técnicas simples, manuais e experimentais para filmagem, revelação e copiagem de filme 16mm.

Inscrições pelo sympla - https://www.sympla.com.br/oficina-de-pelicula__702756

25 e 26/11, das 09h às 12h30 e das 13h30 às 18h, no Laboratório de Fotografia - IA/UFRGS.
A oficina abordará técnicas simples, manuais e experimentais para filmagem, revelação e copiagem de filme 16mm. Os realizadores Luciana Mazeto e Vinicius Lopes exploram a revelação de negativo preto e branco com o uso de cafenol, uma solução ecológica e acessível que produz belas imagens de alto contraste a partir de ingredientes facilmente encontrados em supermercados. Em seguida, os participantes trabalharão com a copiagem desse negativo através da técnica de cianotipia em emulsão artesanal, aplicando a própria emulsão na película e gerando belas imagens positivas em tonalidades azuladas, prontas para a exibição. www.patiovazio.com 
Vagas: 10 | Inscrições: R$ 100,00 https://www.sympla.com.br/oficina-de-pelicula__702756

Sobre os Ministrantes: Luciana Mazeto e Vinícius Lopes são cineastas sediados em Porto Alegre. Seus filmes foram exibidos em festivais como Rotterdam, Leipzig, Gramado e Montevideo. Seu trabalho mais recente, intitulado "Antes do Lembrar", recebeu o prêmio de melhor documentário no 47º AIFVF - Festival Internacional de Cinema e Vídeo de Atenas, em Ohio. O projeto foi contemplado pelo Pró-cultura RS, em 2015. São sócios-fundadores da produtora Pátio Vazio Produções. Pesquisam continuamente sobre cinema analógico, sendo integrantes dos laboratórios de artistas LaborBerlin (Alemanha) e Filmwerkplaats (Holanda). Juntos, dirigiram e roteirizaram dois longas-metragens de ficção já gravados: "Despedida", contemplado no Prodav 04 do FSA para desenvolvimento de projeto, e no MINC BO para produção. E "Irmã", gravado de forma independente no interior do Rio Grande do Sul. Ambos se encontram em fase de pós-produção.

COMPARTILHE